Ali Tabrizi

Ali Tabrizi é um cineasta autodidata, apresentador e diretor do inovador documentário da Netflix, ‘Seaspiracy’. É o fundador do Disrupt Studios e orador inspiracional sobre sustentabilidade, conservação, direitos humanos e animais, e o futuro dos alimentos.
O sensacional filme de Tabrizi ‘Seaspiracy’ (março de 2021) gerou debates em todo o mundo. O documentário, que investiga o impacto ambiental e ecológico da indústria pesqueira, ascendeu rapidamente aos dez filmes mais populares da Netflix em todo o mundo. Inicialmente Tabrizi lançou o projeto como uma forma de mostrar “como os oceanos são incríveis”, porém a narrativa do filme mudou com as revelações chocantes de que a indústria pesqueira é a principal ameaça ao nosso oceano. Tabrizi expõe uma série de questões, que vão desde o descarte de lixo plástico, como redes de pesca e os danos causados ​​aos animais marinhos como ‘capturas acessórias’, até acusações de escravidão e corrupção dentro da indústria pesqueira, ONG e governos.
Tabrizi fundou a Disrupt Studios, uma empresa de media disposta a quebrar as regras da produção tradicional de documentários com o objetivo de romper o status quo e explorar questões globais complexas. Junto com sua mulher Lucy Tabrizi, Ali também criou a Disrupt Foundation com a missão de melhorar a vida das pessoas, animais e a saúde dos ecossistemas por meio de seu trabalho contínuo para garantir um planeta próspero para as gerações atuais e futuras.
A história pessoal de Tabrizi moldou sua carreira. Tendo crescido na costa sul de Inglaterra, ele passou grande parte de sua infância a sonhar acordado com o oceano e o mundo escondido sob as ondas. Foi viver para o Irão com sua família durante vários anos numa época de turbulência política e revolução, o que lhe despertou o interesse pelo fotojornalismo de guerra. Estudou Arte, Design e História da Arte no Canterbury College e foi aceite no London College of Communication para estudar fotojornalismo, mas recusou a oferta e viajou sozinho para a Índia para se dedicar ao cinema. Aí descobriu a sua paixão por questões ambientais e sentiu-se compelido a expor a verdade.
Ali Tabrizi foi aclamado mundialmente por seu trabalho em ‘Seaspiracy’, que o catapultou para o centro das conversas sobre sustentabilidade e conservação. Tornou-se uma figura de proa para o movimento Ocean Conservation and Plant Based e inspirou muitos outros a fazerem o mesmo, tendo exposto a realidade da pesca industrial e das práticas agrícolas. É um palestrante muito procurado pelos seus insights sobre sustentabilidade, direitos humanos, bem-estar animal e tudo o que aprendeu ao longo de sua carreira como documentarista.

Sinopse: Agir com as próximas sete gerações em mente - o ethos indígena que falta às lideranças segundo o realizador.
Não se considera nem um líder, nem um ativista e também não estava à espera que o seu documentário, que demorou quatro anos a produzir, sobre pesca intensiva tivesse o êxito que está a ter na Netflix. Ali Tabrizi, tem uma paixão pelo mundo natural e através deste projeto conseguiu dar-nos um verdadeiro muro no estômago. Há um antes e um depois do Seaspiracy. Estados, líderes e todos os que precisamos deste planeta para vivermos, já não temos muito mais tempo para agir se queremos garantir a existência de mais gerações. Parar, não subsidiar e proteger são os três verbos que Ali trouxe vai trazer à Leadership Summit Portugal numa entrevista ao vivo conduzida por João Póvoa Marinheiro, Jornalista da TVI e antes disso assessor para os assuntos marítimos na Comissão Europeia.